Vinhos do agreste pernambucano: a nova região vinícola do Brasil

Quando falamos em regiões vinícolas no Brasil, muitas pessoas devem pensar no Sul do Brasil e alguns casos a região de São Roque, em São Paulo, não é mesmo?

Mas, saiba que o agreste pernambucano está se tornando a nova religião vinícola do Brasil. Essa zona ainda é um projeto de região produtora de vinhos finos. Até o fim do ano, no município de Garanhuns, deve ser inaugurada a primeira vinícola, a Vale das Colinas.

Potencial também para espumantes

Isto é uma possibilidade porque algumas das variedades analisadas mostraram descritores sensoriais que não são comuns para elas, então podem ser comuns naquele terroir onde foram cultivadas. As uvas brancas, além de vinhos tranquilos, também tem potencial para elaboração de espumantes nessa região. 

É no que acredita Clebson Nunes, técnico da Secretaria de Turismo e Cultura de Garanhuns. Para ele, uma “iguaria” como vinhos elaborados localmente é uma atração a mais para a região montanhosa de clima ameno e com uma extensa programação anual de eventos promovidos pela prefeitura e que costuma encher de reservas os hotéis da cidade. 

Garanhuns

Garanhuns está localizada a quase 900 metros acima do nível do mar, com temperatura média anual de 20,6º C. As características climáticas estão em uma transição entre aquelas registradas nas regiões vinícolas do Semiárido brasileiro (Submédio do Vale do São Francisco) e as do Sul e Sudeste.

Mais uma região de vinhos para a gente conhecer!

Deisi Remus
Um sagitariana legítima e louca por gatos. Formada em Moda e adora escrever sobre as principais tendências e lançamentos de beleza. Saiu de Porto Alegre para encarar novos desafios em São Paulo.
Post criado 39

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo