Vinho Preto é a nova tendência que você precisa conhecer

VINHO PRETO

Vinho Preto: Nomeie todas as cores do vinho, e você começará com as óbvias: vermelho, branco e rosé. Talvez você conheça vinho de laranja, ou vinho verde – de Portugal que é tecnicamente um branco, mas vamos deixar passar. Há até vinho azul (nós provamos; mas não gostamos). Agora, é hora de adicionar outra cor ao seu arco-íris de vinho: Preto.

Primeira coisa: o vinho preto não é preto por causa de corante alimentar ou algum tipo de truque da ciência alimentar. O vinho azul, por exemplo, obtém sua cor azul a partir da antocianina, pigmento encontrado na casca da uva, e da indigotina, corante extraído das plantas. Mas o vinho preto é apenas um vinho tinto muito escuro. Quando você o derrama, suas lágrimas – as listras que aparecem no interior do copo – parecerão vermelhas, mas se você colocar a mão sob o copo e olhar para baixo, ele parecerá escuro e completamente opaco.

O que  é vinho preto?

Apesar do apelido, é um vinho tinto feito de uvas Saperavi ou Malbec, mas sua cor é um roxo escuro tão rico que parece preto. Saperavi é o vinho tinto mais popular da Geórgia, e as uvas estão sendo cultivadas em todo o mundo, incluindo a região de Finger Lakes dos EUA, Austrália e Europa Oriental.

Como é feito o vinho preto?

Tradicionalmente, o vinho preto é fermentado e envelhecido em vasos de barro chamados “qvevris” que são enterrados no subsolo, mas alguns vinicultores agora os envelhecem em carvalho e experimentam aço inoxidável.

E qual é o gosto?

Os vinhos pretos variam em perfis de sabor – de mais leves a encorpados e azedos a doces – mas um elemento comum parece ser o sabor de amora. Há escritores de vinho profissionais que podem opinar longamente sobre o vinho preto e sua história secular – como ele vem de uvas malbec ou saperavi, como vem da França ou do país da Geórgia, como tem um sabor ousado que pode “suportar até pratos ricos e saudáveis, como foie gras, trufas negras, carne bovina, carnes de caça, confit de pato e cassoulet”, escreveu Michael Austin no Chicago Tribune.

Mas o que estamos aqui para falar é como a cor preta – ou quase preta, neste caso – está ganhando espaço no mundo da alimentação. É a Terceira Lei do Movimento de Newton, mas aplicada a tendências: toda ação tem uma reação igual e oposta. Então, à medida que seu Instagram ficou cheio de arco-íris e unicórnios e glitter comestível, a reação a isso são comidas e bebidas sombrias e gótica.

vinho preto

Veja também: Saiba como era o vinho que Jesus tomou na última Ceia

Ultimamente, alguns deles vêm adquirindo sua tonalidade do carvão ativado, um ingrediente controverso que alguns dizem que limpa as toxinas do corpo. Nutricionistas, por outro lado, dizem que pode interferir na medicação e ter efeitos nocivos em determinadas quantidades. Mas os chefs, e os cafés de comida saudável em particular, têm colocado isso em muitas coisas – sucos feitos na hora, limonadas, sorvetes e crostas de pizza.

E agora o vinho preto está em alta, o que alguns escritores de vinho creditam ao Instagram. É um contraponto à fetichização super feminina do rosa e ao estilo de vida que a acompanha – festas de despedida de solteira, cafés com tema de rosas e até uma lista de reprodução chamada rosewave. Dados divulgados pela Nielsen indicam que o rosa tem sido um dos segmentos de maior crescimento do mercado por dois anos consecutivos.

Mas talvez #roseallday pertença a uma era anterior e mais otimista. Talvez agora, já que estamos na linha do tempo mais escura, seja o momento perfeito para o vinho preto. Olhe profundamente em seu copo e você sentirá que está olhando para o abismo.

Deisi Remus
Um sagitariana legítima e louca por gatos. Formada em Moda e adora escrever sobre as principais tendências e lançamentos de beleza. Saiu de Porto Alegre para encarar novos desafios em São Paulo.
Post criado 78

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo