Vinho Sem Álcool, uma tendência que está conquistando o mundo

Atualmente muitas pessoas, em todo o mundo, estão se preocupando com o consumo de bebidas alcoólicas. E apesar do vinho ter vários benefícios para a saúde, existe um item que pode trazer alguns malefícios, principalmente para quem não têm controle no consumo: o álcool.

E foi pensando nisso que a indústria do vinho, assim como a da cerveja, começou a investir em versões de vinhos sem álcool (ou com o teor alcoólico bastante reduzido).

E qual é a diferença entre o vinho sem álcool e o suco?

O suco (integral, lógico) é feito com as uvas e pronto (tinta ou branca). Geralmente as uvas usadas são as de mesa ou americanas.

O vinho sem álcool é o vinho que todos estamos acostumados, que podem ser feitos com uvas européias, que passam por fermentação e até passagem por barricas de carvalho! Mas, através de um processo químico, tem seu álcool retirado.

É como se você estivesse tomando um vinho (que pode ser bem seco), mas sem a presença do álcool.

Existem diversas versões: branco, rosé, tinto e até espumante!

É uma boa opção para quem precisa evitar o álcool, como, por exemplo, grávidas, pessoas em tratamento com remédios, ou até para quem não gosta de bebidas alcoólicas mesmo.

Mas cuidado – nem todo vinho sem álcool é criado da mesma forma, e não estamos dizendo isso apenas em relação ao sabor. Em um mar de vinhos sem álcool, apenas alguns são realmente produzidos usando uma verdadeira fórmula de desalcoolização. Confuso sobre o que é isso? Não se preocupe. Vamos detalhar tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de vinho.

Veja mais: Por que o vinho precisa respirar?

O QUE É VINHO SEM ÁLCOOL?

Vinho sem álcool é exatamente o que parece – vinho com pouco ou nenhum teor alcoólico. Um bom vinho 0% contém todos os mesmos sabores e estrutura, e fornece o mesmo nível de sabor que uma garrafa de vinho alcoólico teria, apenas sem a presença de etanol.

COMO É FEITO O VINHO SEM ÁLCOOL?

Não é tão complicado quanto parece, embora seja importante saber que muitos vinhos “sem álcool” são simplesmente suco de uva comercializado como tal. Os verdadeiros vinhos sem álcool passam por todo o processo de vinificação (fermentação, envelhecimento, etc.), depois passam por um processo de desalcoolização, que remove o álcool do produto final.

As maiores diferenças entre esses dois produtos é que o primeiro não sofre nenhuma forma de vinificação ou vê qualquer levedura, e, portanto, é simplesmente suco de uva não fermentado, enquanto o último foi fermentado, envelhecido e totalmente vinificado, e depois foi seu teor alcoólico removido antes do engarrafamento.

COMO FUNCIONA O PROCESSO DE REMOÇÃO DE ÁLCOOL?

Existem duas maneiras principais pelas quais o álcool pode ser removido do vinho. A maneira mais popular de retirar o álcool do vinho é através da destilação a vácuo, um processo que aquece o vinho e permite que o etanol evapore. Os produtores de vinho sem álcool de alta qualidade são extremamente cuidadosos em aquecer o vinho à temperatura mais baixa possível (cerca de 35 graus Celsius), o que permite que a evaporação ocorra sem cozinhar o vinho. O resultado é um “vinho” autêntico e fiel ao sabor, com um ABV não superior a 0,5%.

A segunda maneira pela qual o vinho pode ser desalcoolizado é por osmose reversa. Embora esse processo tenha se mostrado bem-sucedido, a técnica utiliza uma quantidade significativa de água, o que a torna não tão ecologicamente correta. Além disso, o etanol removido não pode ser reutilizado e reaproveitado, pois está muito diluído. Com a destilação a vácuo (o antigo processo), o etanol retirado do vinho pode ser usado para criar outros produtos, o que torna a primeira opção uma escolha muito mais sustentável.

ENTÃO… PODE NÃO SER UM VINHO?

Infelizmente, isso é correto. Ao comprar, procure palavras como álcool removido ou desalcoolização em algum lugar no rótulo para evitar comprar suco de uva superfaturado E comercializado como tal.

QUAL É O GOSTO DO VINHO 0% ÁLCOOL?

Como o verdadeiro vinho 0% álcool passa por todo o processo de vinificação, ótimos produtos sem álcool devem ter um sabor muito semelhante ao vinho alcoólico. Vinhos “sem álcool” que não passam por fermentação de levedura e processo de envelhecimento simplesmente terão gosto de suco de uva açucarado – em outras palavras, saborosos, mas nada parecidos com vinho.

COMO DEVO APROVEITAR MELHOR O VINHO?

Eleé melhor apreciado em qualquer situação em que o vinho alcoólico seja servido. Basta abrir uma garrafa depois do trabalho para um happy hour refrescante em casa ou combinar com suas refeições favoritas.

Observação: ao combinar vinho sem álcool com comida e lanches, siga as mesmas diretrizes que você faria ao combinar vinho alcoólico com comida. Por exemplo, pense na acidez, estrutura e taninos do vinho (quando aplicável), depois considere a refeição que está sendo servida.

Você já tomou algum? Conta pra gente!

euamovinho
Um blog dedicado a todos que amam vinho! Se você se interessa por essa bebida sagrada, acompanhe sempre.
Post criado 258

18 comentários em “Vinho Sem Álcool, uma tendência que está conquistando o mundo

      1. Eu não tomo álcool por opção, mas já tomei por alguns anos.
        Encontrei uma vez o vinho sem álcool e o seco não perde nada pra bons vinhos. O difícil é achar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo