Vinícolas estão tocando música para seus vinhos ficarem melhores

Muito já se sabe sobre a “Musicoterapia”, que é o uso da música com o objetivo de tratamento, reabilitação ou prevenção de problemas de saúde e também para promover o bem-estar.

Existe até o famoso tratamento do boi japonês (Wagyu) que ouve música clássica durante seu desenvolvimento, pra garantir uma carne diferenciada e nobre.

E foi pensando nessas propriedades da música que algumas vinícolas estão testando tocar música para barris de envelhecimento e até mesmo para os parreirais de uvas.

A vinícola chilena Montes Wines, por exemplo, toca músicas calmas, afirmando que “as vibrações tranquilas fazem com que os líquidos apresentem um envelhecimento melhor do que em silêncio ou com música estridente”.

Uma vinícola no Piemonte disse estar tentando envelhecer vinho com músicas de piano: “Após 12 anos de testes, este projeto ainda pode ser considerado em seus estágios iniciais. Mas, olhando para os dados que coletamos durante as fases experimentais, podemos dizer que a música induz as leveduras a uma atividade maior, no final fazendo um vinho melhor. ”

Os proprietários do vinhedo italiano chamado “Il Paradiso di Frassina” contaram à CBS que tocam Mozart para algumas de suas parreiras, que, pasme, tendem a crescer em direção à fonte do som.

Bacana essa ideia, certamente os vinhos ficam mais agradáveis!

Fonte: The Nex Web, National Geographics e CBS.

euamovinho
Um blog dedicado a todos que amam vinho! Se você se interessa por essa bebida sagrada, acompanhe sempre.
Post criado 242

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo