O preço influencia em como as pessoas avaliam um vinho, afirma estudo

Será que o valor do vinho influencia na avaliação de um vinho?

De acordo com pesquisadores da Stanford Graduate School of Business e do California Institute of Technology, o preço de um vinho pode mudar a forma como uma pessoa avalia ele.

Como as percepções sobre qualidade estão positivamente correlacionadas com o preço, os estudiosos argumentaram que alguém poderia esperar que um vinho caro tivesse um sabor melhor do que um mais barato. Sua hipótese foi mais longe, estipulando que a experiência antecipada de uma pessoa provocaria uma atividade mais alta na parte do cérebro que experimenta prazer, o córtex orbitofrontal medial.

Como foi realizada a pesquisa

Os pesquisadores recrutaram 11 estudantes de pós-graduação que disseram gostar e que ocasionalmente bebiam vinho tinto. Os sujeitos foram informados de que estariam degustando 5 Cabernet Sauvignons diferentes, identificados pelo preço, para estudar o efeito do tempo de amostragem no sabor.

No entanto, apenas três vinhos foram usados ​​(dois foram servidos duas vezes).

O primeiro vinho foi identificado pelo preço real da garrafa de US$5 e por um preço falso de US$45. O segundo vinho foi marcado com seu preço real de US$90 e por uma etiqueta fictícia de US$10. O terceiro vinho, usado para distrair os participantes, foi marcado com o preço correto de US$35. Também foi fornecida água sem sabor entre as amostras de vinho para enxaguar a boca dos indivíduos. Os vinhos foram dados em ordem aleatória, e os alunos foram solicitados a se concentrar no sabor e no quanto apreciavam cada amostra.

Resultados

Todos os participantes afirmaram que provaram 5 vinhos diferentes, apesar de haver apenas 3, e acrescentaram que os vinhos identificados como “mais caros” tinham um sabor melhor

Os pesquisadores descobriram que um aumento no preço percebido de um vinho levou ao aumento da atividade no córtex orbitofrontal medial devido a um aumento associado na expectativa de sabor. 

“O que documentamos é que o preço não se refere apenas a inferências de qualidade, mas pode realmente afetar a qualidade real”, disse Baba Shiv, professora de marketing que foi coautora do artigo intitulado “Ações de marketing podem modular representações neurais de prazer experiente, “ publicado on-line em 14 de janeiro nos Anais da Academia Nacional de Ciências . 

“Então, em essência, o preço muda a experiência das pessoas com um produto e, portanto, os resultados do consumo desse produto”.

Fonte: Standford.

euamovinho
Um blog dedicado a todos que amam vinho! Se você se interessa por essa bebida sagrada, acompanhe sempre.
Post criado 242

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo